Tributos

Pastor Coias

Miguel Francisco Cóias (1930 – 2013)

Estremoz foi um “viveiro” que deu às Assembleias de Deus de língua portuguesa um dos seus mais notáveis embaixadores, Miguel Coias, pastor Coias, como era conhecido pelos crentes que pastoreou, pelos alunos a quem transmitiu os ensinos da Palavra de Deus na Escola Bíblica, pelos colegas de ministério, a quem admiravam pela sua simplicidade e cordialidade.

Natural de S. Bento do Ameixial, Estremoz, no distrito de Évora, onde nasceu a 16 de Março de 1930, deu a sua vida a Jesus em Janeiro de 1951, sendo baptizado nesse mesmo ano na referida cidade. No ano de 1953 é consagrado evangelista, na cidade de Portimão, pelo Pr. João Sequeira Hipólito, tendo estudado na Academia Cristiana Internacional, em Tânger, entre 1956 e 1957.

A Ilha de Lages do Pico, nos Açores, onde viriam a servir ao Senhor por mais de 3 anos (1959-1962), seria um dos lugares que constavam na “agenda” de Deus para o ministério do seu servo, cuja família haveria de ser enriquecida ali com o nascimento de duas filhas, Bertina e Elisa. Seguiu-se Lagos, Viseu e Coimbra, onde puderam cooperar com o pastor José Pessoa. Em Coimbra nasceram mais dois filhos, David Miguel em 1967, e Miguel David em 1981.

Do outro lado do mundo esperava-os Timor, onde chegaram em maio de 1969, tendo permanecido ali até ao ano de 1974. Foram 5 anos vividos de forma muito intensa, experimentando o mover de Deus nas suas vidas e ministério, por um lado, vivendo simultaneamente o “drama” com a morte inesperada do filho, que nem por isso lhes retirou a paixão pelos perdidos, particularmente, pelos timorenses.

A última etapa do ministério pastoral de Miguel Coias foi vivida em New Bedford, nos Estados Unidos, entre 1987 e 1991. Foi neste período de tempo que tiveram a oportunidade de visitar Macau, a caminho de Timor, onde puderam rever os muitos amigos que ali tinham deixado, e onde foram recebidos e tratados como “príncipes”.  

Reformou-se nos Estados Unidos, continuando no ministério itinerante como ensinador da Palavra durante quinze anos. Partiu para o Senhor a 6 Junho de 2013, da cidade de Tyler, a sua última morada aqui, partilhada por Carmina Coias, com quem casou em 1958, servindo juntos com dedicação ao Senhor, aquele que um dia fez cruzar os seus caminhos.

 

 

Espaço Lusofonia



Direcção Nacional de Missões © 2018 | Workmove