Breve historial

No desenvolvimento da sua acção missionária, o Movimento deu especial atenção ao trabalho nos territórios ultramarinos (Angola, Guiné, S. Tomé e Príncipe, Moçambique, Timor, por exemplo), nos quais, após se tornarem países independentes, se mantiveram e floresceram igrejas das Assembleia de Deus com as quais mantém fortes relações de fraternidade cristã, que se traduzem em apoios distintos: preparação de obreiros, apoio a missionários nos respectivos países, visitas de ensino, envio de géneros alimentícios, vestuário, medicamentos e outros. Da mesma maneira, também entre os emigrantes portugueses espalhados pelo Mundo (França, Inglaterra, Luxemburgo, Bélgica, Alemanha, EUA, Canadá, Austrália, etc.), existem várias igrejas cujo trabalho é muito respeitado nas respectivas sociedades locais. Na década de oitenta (1981), o Pastor Juvenal Clemente chegou a Macau, onde, mais tarde (1987), iniciou o trabalho do Desafio Jovem; também em 1981, o Pastor Paulo Branco partiu para Espanha, onde permaneceu até 1994. Em 1989, o Pastor Abel Tomé e família foram para Macau e em 1999 para Moçambique. Em 1999, a missionária Josefa Rodrigues foi para a Guiné-Bissau.

Início do DNM

O Departamento Nacional de Missões foi fundado em Janeiro de 1994, tendo como principal objectivo relançar as Missões, interna e externa, particularmente junto dos países africanos de língua oficial portuguesa. Tem como função ainda, coordenar o trabalho dos missionários estrangeiros radicados em Portugal ou que pretendam integrar-se nas igrejas portuguesas entre os imigrantes, mobilizar virtuais missionários, aglutinar vontades e recursos financeiros. Além disso, o DNM tem por alvo manter relações especiais com os departamentos estrangeiros congéneres para partilhar informações de utilidade comum e, eventualmente, realizará acções missionárias em conjunto. O Pr. Delfim Cordeiro, um dos membros da actual assessoria, foi o primeiro director executivo, cargo que ocupou até ao ano de 2010.

Espaço Lusofonia



Direcção Nacional de Missões © 2017 | Workmove